Espetáculo "Zeca de uma cesta só!"


"Zeca de uma cesta só!" é o resultado de um processo criativo, inspirado e idealizado a partir do teatro propriamente dito político e didático. A ideia central da montagem é causar reflexão crítica, a partir da história de Zeca; mulher, empregada doméstica, mãe solteira de três filhos, que mora na periferia; narra um dia de distribuição de cestas básicas na comunidade local, revelando aspectos da vida da personagem e o meio social em que se configura uma realidade brutal, com contradições que podem levar, a chorar, rir, incomodar ou até mesmo levar a agir.
            Uma simples doação de cestas básicas, na periferia de uma grande cidade é o pano de fundo para descobrirmos a história de Zeca, uma personagem que perambula em nossas vidas, mesmo que nem a percebamos. A luta cotidiana para sobreviver da imensa maioria da população brasileira observada de forma atenta levanta debates muito importantes para as cenas, social e artística contemporâneas, e é nessa cena que encontramos Zeca e todos os tipos que a cercam. Crítica social, debate político e frivolidades formando o mundo real da vida em sociedade na periferia do capitalismo. Um mundo, neste caso, colorido, multi-sonoro e intenso.

           "Zeca de uma cesta só!" é uma peça inspirada no cotidiano dos moradores da comunidade do Riacho Doce, em Belém do Pará, localizada em frente ao campus universitário do Guamá. Esta peça é a culminância de um processo mais amplo de formação cidadã e teatral, que surge graças ao Grupo de Teatro Universitário da UFPA e ao Projeto de Extensão Novos Encenadores, e que contempla em seu elenco atores em formação, não atores, e a comunidade em geral, inclusive moradores da periferia de Belém e jovens em situação de vulnerabilidade social da comunidade do Riacho Doce.
            O objetivo deste espetáculo é promover, no público, reflexão social e inquietação, sendo esta peça a culminância de um processo mais amplo de formação cidadã e teatral que surge graças ao Grupo de Teatro Universitário e ao Projeto Novos Encenadores, e que contempla, em seu elenco, atores em formação, não atores, e a comunidade em geral. A direção da peça "Zeca de uma CESTA só!" é do ator, diretor e professor Msc Leandro Ferreira (DRT 0044538/RJ) e conta com a supervisão do também professor Msc Paulo de Tarso Nunes dos Santos Junior, Diretor/Curador do Teatro Universitário Cláudio Barradas, Grupo de Teatro Universitário, e do Projeto Novos Encenadores.



     A crítica social revelada na encenação da condição precária de sobrevivência dos moradores das comunidades carentes das grandes cidades brasileiras se configura em importante ferramenta de debate acadêmico e político e, por isso, requer olhares das diversas áreas do conhecimento que pensam a sociedade.
            Por tudo mencionado acima, por objetivar a democratização do teatro, formação de plateia e acesso das camadas populares a esta modalidade de arte, convidaremos alunos da rede pública de ensino para comparecerem ao Teatro Universitário Cláudio Barradas e assistir "Zeca de uma CESTA só!", nos dias 27 e 28 de outubro (19:00h), e participar de um debate logo após o termino das apresentações. Solicitando apenas a doação de 1kg de alimento não perecível que será doado a moradores de área carente de nossa cidade.


A temporada do espetáculo vai de 25 a 28 de outubro, sendo que nos dias 25 (sábado) e 26 ( domingo) haverá duas sessões: às 18 e 20 horas. Este dia os valores dos ingressos custarão R$ 10,00 (dez reais) com meia entrada para estudantes, mais 1 quilo de alimento não perecível. Nos dias 27 ( segunda-feira) e 28 ( terça-feira) as sessões serão às 19 horas o espetáculo. Sendo solicitado apenas a entrega voluntária de 1 quilo de alimento não perecível.  A não entrega de 1 quilo de alimento,  não inviabilizará a entrada do público ao teatro.
Mais informações pelo e-mail: lglauco2006@yahoo.com.br ou pelo celular (91 ) 8282-8736 LEANDRO FERREIRA
O Teatro Universitário Cláudio Barradas fica localizado na  Avenida Jerônimo Pimentel, 546, esquina com a Travessa D. Romualdo de Seixas, no bairro Umarizal, em Belém.
POSTADO POR: CAMILA GÓES - BOLSISTA DA SECRETARIA DO TEATRO UNIVERSITÁRIO CLÁUDIO BARRADAS - (TUCB)



Comentários