ESPETÁCULO "CACHAÇA SEM RÓTULO"


Espetáculo que problematiza o fazer artístico da dança no país realiza 

temporada em Belém.




Um espetáculo engajado, de forma bem humorada, a expor a estética e política de trabalho

 do bailarino no contexto brasileiro, provocando estas sensações ao público presente. 

A proposta, aberta e corajosa, é idealizada pelos intérpretes-criadores curitibanos Gladis

 Tridapalli e Ronie Rodrigues no espetáculo Cachaça Sem Rótulo, que realiza temporada em

 Belém nos dias 25 de abril às 20h e 26 às 19h no Teatro Universitário Cláudio 

Barradas.



O espetáculo dá continuidade à pesquisa do coletivo Entretantas Conexão e problematiza a 

relação entre público e coloca o próprio artista e obra em xeque. Com tom ácido e

irreverente, escancara o estado e exposição em que os dançarinos se colocam em cena, e 

também convida plateia e três convidados para elaborarem a construção dramatúrgica da 

obra. "Cachaça sem rótulo cria uma poética precária e falida porque problematiza 

justamente os modos de se fazer, trocar e viver dança", explicam os bailarinos.



Sobre a interação em cena, os artistas pontuam que não se trata apenas de um trabalho 

interativo, mas sobretudo, provocativo. "Não se trata apenas de um trabalho interativo, mas,

sobretudo provocativo, onde público e artista negociam suas possibilidades e 

desejos", afirma Gladis. Já Ronie expõe a importância política da obra. "Cachaça sem rótulo 

emerge como tentativa de continuar dançando em um contexto tão adverso para nós, 

curitibanos/brasileiros produtores de arte. É Engajamento, físico, sensorial e presente em 

cada escolha estética e política do trabalho".



O projeto ainda promoverá um encontro com artistas, coletivos e companhias de dança na

 cidade para discutir poéticas da resistência e modos de produzir e existir na arte.

 O encontro acontecerá às 15h no dia 26, antes da apresentação do espetáculo.

Cachaça sem rótulo é sobre expor-se. Sobre assombro. Sobre política e bonecas infláveis. 

Sobre ser meio artista, sobre ser meio cachorro. Sobre produzir dança e arte no Brasil em

 situações precárias.

A cachaça não é metáfora de nada. Ela é entregue em cena. Ela é possibilidade de convívio 

dentro do trabalho.


SERVIÇO: Espetáculo Cachaça Sem Rótulo. 25 de abril às 20h e 26 às 19h. 

Ingressos: R$10 – Meia R$ 5. Informações: 98346 5366 | (41) 8853 8121. 




FICHA TÉCNICA

Realização | Entretantas Conexão em Dança
Produção | Entretantas produções - movimentando ideias

Criação e Performance | Gladis Tridapalli e Ronie Rodrigues

Colaboração | Leonardo Taques, Pedro Almeida, Julianne Auffinger, Mabile Borsatto,

 Elenize Dezgeniski, Cinthia Kunifas, Raquel Bombiere, Jessica Sato, Daniella

Nery, Priscila de Morais, Mariana Barreto, Marina Santo, Nayara Bernardes, 

Gabriela d'angelis e Clarissa Oliveira.

Criação de Luz | Erica Mityko


Consultoria Musical | Fabrício Amaral


Consultoria Figurino | Luciana Navarro e Amabilis de Jesus

Design Gráfico | Talita Dalmann
Operação de luz | Erika Mitiko

Projeto fotográfico | Luana Navarro

Produção Local | Tânia Santos

Assessoria de Imprensa Local | Leandro Oliveira.

Contato | Tânia Santos – tania.umji@gmail.com


-- 
Leandro Oliveira
Jornalista, Ator e Promotor Cultural


+ 55 91 8292 8567

Postado por: Camila Góes - Bolsista da secretaria do TEATRO UNIVERSITÁRIO CLÁUDIO BARRADAS - TUCB

Comentários