ESPETÁCULO “CAMILLE CLAUDEL"

“Camille Claudel” discute arte e loucura no Teatro Cláudio Barradas



A atriz Ceronha Pontes e a MC Apoio, em parceria com a Atos Produções Artísticas de Pernambuco, apresenta, em Belém, o espetáculo “Camille Claudel”, contemplado pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2014, na categoria de circulação. Serão duas apresentações, nos dias 8 e 9 de maio, às 20h, no TEATRO UNIVERSITÁRIO CLÁUDIO BARRADAS. 

Após o primeiro dia de apresentação, o público será convidado a um debate com a atriz Ceronha Pontes sobre Arte e Loucura, com participação do ator, artista visual e performer Nando Lima, do Estúdio Reator, e de Lia Navegantes, Doutoranda em Psicopatologia e Psicanálise, no Centro de Pesquisa em Psicanálise e Medicina, da Université Denis Diderot - Paris 7 (França) e professora titular na Unama.



O espetáculo, que se apresentará também em São Luis(MA), Vitória(ES) e São Paulo(SP), traz à tona o gênio de Camille, impresso nas formas que esculpiu, e em sua exuberante e implacável personalidade complexa, conflituosa.



Em cena, a personagem se confronta com seus fantasmas, numa narrativa que não segue, necessariamente, uma ordem cronológica. Em discussões às vezes dóceis, às vezes acaloradas, manifesta o rancor que a corrói e passa a limpo, as injustiças a que foi vitimada, o preconceito de gênero que permeou toda a sua trajetória e o tolhimento artístico que lhe impunha Rodin e a sociedade.

A intérprete e autora da dramaturgia, Ceronha Pontes modela uma Camille Claudel que aos poucos vai se desgastando pelos anos de reclusão forçada e abandono no manicômio, amargurada pelo pouco crédito que lhe deu a sociedade francesa de sua época, e ressentida com Rodin, que não a assumiu como mulher, nem a defendeu quando a acusaram de copiar a arte do mentor.

À medida que a personagem é revelada, se materializam, no corpo da atriz, com o barro e a argila – rudimentos do ofício de esculpir, as formas femininas tão presentes no legado de Claudel. Martelo e cinzel, extensões das mãos de quem burila poesia nas pedras, modelam o ar e produzem o som agudo que remete de imediato a essa expressão artística. O espetáculo estreou em 2006 e desde então vem recebendo elogios de crítica e público, por onde passa.

Sobre a atriz - Radicada no Recife (PE), Ceronha Pontes é formada em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará. Iniciou sua carreira no teatro em 1991, no Curso de Arte Dramática da Universidade Federal do Ceará, concluído com a montagem de “Viúva, Porém Honesta”, de Nelson Rodrigues, sob a direção de Bruno Correia Lima.

A atriz também fez oficinas e cursos de dramaturgia com grandes nomes do teatro e da dança, como José Celso Martinez Correia, Débora Colker, Luís Carlos Vasconcelos, Luís Carlos Maciel e o saudoso ator Rubens Correia. No Colégio de Direção Teatral (1997-1999), do Instituto Dragão do Mar, teve acesso à construção da sua auto-expressão. Estagiou em 2002, no Centro de Pesquisas Teatrais (CPT), em São Paulo.

Atualmente, Ceronha integra o Coletivo Angu de Teatro (Que esteve em Belém com o espetáculo Angu de Sangue em 2008) e divide-se entre seus trabalhos com teatro e cinema.

FICHA TÉCNICA ORIGINAL
Espetáculo:  Camille Claudel
Gênero: Drama (indicação: a partir de 16 anos)
Dramaturgia, Direção e Atuação: Ceronha Pontes
Cenário
Concepção :
Yuri Yamamoto
Confecção: Yuri Yamamoto, Ceronha Pontes, Gustavo Araújo e Sr. Isaque.
Concepção de Iluminação: Walter Façanha
Operação de luz: Sávio Uchôa
Sonoplastia: Ceronha Pontes
Operação de som: Tadeu Gondim
Figurino: Ceronha Pontes
Orientação: Marcondes Lima
Confecção de figurino: Maria Lima e Antônia Castro
Coordenação de produção: Tadeu Gondim e Ceronha Pontes.
Produção e comunicação/Belém: Luciana Medeiros - Três - Cultura Produção Comunicação
Assistência de Produção/Belém: Cristina Pessôa
Realização: MC Apoio
Incentivo: Funarte e Governo Federal – através do Prêmio Miryam Muniz de Circulação 2014
Apoio: Teatro Cláudio Barradas | Restaurante Dona Joana| Hotel Grão Pará | Blog Holofote Virtual.

Serviço

Espetáculo “Camille Claudel”, com Ceronha Pontes (Recife-PE). Dias 8 e 9 de maio, às 20h, no Teatro Cláudio Barradas. Ingresso: R$ 20,00 (R$ 10,00 meia). Mais informações: 91 98134.7719. 

____________________________________________________________
Três - Cultura Produção Comunicação
 Fone: (91) 98134.7719/ e-mail: tr3sprodutora@gmail.com/lume.com@gmail.com
Luciana Medeiros​
DRT-PA 1170
Blog de jornalismo cultural
Contatos: 
91 8134.7719 (Claro)
91 8352.1145 (Tim)
91 3088.5858  (Claro Fixo)

Postado por: Camila Góes - bolsista da secretaria do TEATRO UNIVERSITÁRIO CLÁUDIO BARRADAS -TUCB

Comentários